Torneios vs. Jogos a Dinheiro

Apesar das regras básicas de um torneio de Holdem serem semelhantes às de um jogo a dinheiro da mesma modalidade, a dinâmica do jogo é tão diferente que a estratégia a usar deve ser adaptada. A maior diferença entre as duas modalidades é que, nos torneios, todos os jogadores pagam um buy in fixo para entrar no jogo, onde recebem depois um número pré-determinado de fichas. Estas fichas não representam dinheiro real da sua banca mas sim um número de fichas, que é igual para todos os concorrentes, que serão o seu património durante o torneio. O objectivo da jogo é ser o último jogador na mesa, com a totalidade das fichas e serão eliminados sucessivamente os jogadores à medida que perdem todas as suas fichas. Em alguns torneios é possível voltar a comprar entrada no torneio ou fazer um re-buy mas noutros isto não é possível. Normalmente, os prémios nos torneios são divididos pelas posições cimeiras do ranking do torneio, e este dinheiro é retirado do valor total dos buy ins de todos os jogadores, menos a percentagem que a maior parte das salas online e físicas cobram. Noutros casos especiais, a casa adiciona ainda um bónus ao pote final.

Num jogo a dinheiro, você usa o seu dinheiro real para formar o seu molho de fichas, cada vez que entrar numa sala. No final, a sua banca sobe e desce conforme as vitórias e perdas nas mesas da sala de jogo. Normalmente, não é preciso pagar nenhuma taxa de entrada na mesa e pode abandonar a sala sempre que quiser e voltar a sentar-se numa outra. Aqui, o jogo processa-se de uma forma normal, onde o seu molho de fichas reflecte o seu dinheiro real e esta modalidade é perfeita para fazer um jogo proveitoso a longo prazo.

Os jogos a dinheiro , principalmente sem limite, podem ser bastante mais rentáveis que os torneios, onde é difícil ficar nas posições cimeiras e onde só ganha quem chegar ao final do jogo. Mesmo que ganha imensas mãos no torneio, se ficar sem fichas perde todo o seu buy in, sem retorno. No jogo a dinheiro, em cada mão tem a possibilidade de ganhar dinheiro e de compensar pelas eventuais perdas.

Um jogo do torneio deve ser mais solto nas fases iniciais e o bluff deve ser usado de forma comedida. Um all in mal feito, significa que você está fora do torneio mas por outro lado um buy-in num jogo a dinheiro, significa perder uma grande quantidade de dinheiro real, por isso, o all in é bastante mais usado nos torneios online do que nos jogos a dinheiro. No entanto, esta mentalidade do all-in nos torneios é mais usada pelos jogadores mais inexperientes e se bem que o jogo solto é o mais indicado nos torneios, só deve ser usado no caso de precisar urgentemente de dobrar o seu molho de fichas, se precisar de pressionar ao máximo o seu oponente ou se os blinds estiverem muito elevados e estiver com dificuldade em acompanhar o crescimento dos mesmos. Nas primeiras fases do torneio, opte por jogar apenas com mãos fortes, não vale a pena arriscar todas as suas fichas, por blinds tão pequenos. Lembre-se que a ideia aqui é sobreviver ás primeiras fases por isso seja conservador no inicio; à medida que o blind sobe, já faz sentido soltar o jogo para acompanhar e sobreviver, caso chegue a um nível de blinds grandes, com poucas fichas. Manter um jogo fechado nas fases adiantadas de um torneio, onde o blind é muito grande, vai fazer com que perca todas a fichas só em blinds; há que arriscar para sobreviver nas fases mais adiantadas.

Já no jogo a dinheiro, o método de jogo sugerido pela maior parte dos profissionais é agressivo fechado, apostar agressivamente com boas mãos mas manter-se reservado e evitar situações de bluff extremo e all in.

A variação nos jogos de torneio é muito menor do que nos jogos a dinheiro. Num torneio, nunca se arrisca mais do que o valor do buy in, enquanto que num jogo a dinheiro, é o seu dinheiro real de cada blind, apostas e subida que está em jogo. Num jogo a dinheiro vai sofrer menos flutuações na banca se mantiver um jogo apertado e agressivo.

PokerStars
PT.RealMoneyPokerTips.com - Guia Para Jogar Poker Online a Dinheiro Real.